PRIMA MUSA

Olinda

anos cinquenta

sonhos simples

vida lenta

no sopro dos inventos

calaram os sinos da Sé

se foi a prima-musa

perdeu-se o som do piano

de Helena.


Este é um poema do poeta/escritor Paulo Caldas. Um presente para começar o ano.

22 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

1964