POEMAS DE ABRIL - O MELHOR DOS MESES


Coletânea de poemas sobre o mês de abril que fazem parte do livro: ABRIL SITIADO (EDIÇÕES BAGAÇO – 2011)


SEIS DE ABRIL

Hoje

abril está encravado

em mim, domado

peregrina

na minha crina, o vermelho

de sua túnica.

Abril

com seu tambor

em mim carrega

seu carrossel de dor,

como brincadeira

em mim, trafega.

SINAL FECHADO Há um abril no calendário, esfolhando o tempo de ferro, prisioneiro de homens, intemporal. Traz nos ombros estrelas: o compasso e sua chave, no peito verde bélico, empalhando o tempo para todo o sempre, este mal.

ABRIL NUM DIA DE SOL

Quero falar do meu tempo não importa se trago no peito, desatada essa dor informe, canto avesso: falo ao vento ácido e calo por amor: a solidão mais que o medo, é áspera essa manhã doendo na pele, é flâmula abrasada. Lavro os rubros signos que inventei sob os cílios do sol: a cidade dos homens me cobre com suas asas de cera.

SOBRE ABRIL E SIGNOS

Sobre abril áries, um terço touro na constelação, marte no carrossel do meu caderno. Signos do tempo, prisioneiros. Sobre o tempo, chumbo, alumínio e concreto: baionetas, dançavam os que não.

SINA Ao emergir de suas águas abril era apenas sina quando disparou a ampulheta do seu tempo, desvendou seu viço, em minhas retinas. Abril era crivo em minha sina, quando seu tempo chegou venceu a mim: seus medos e cismas.

ERA TARDE, UM ABRIL

Quando o mundo se desvendou

sobre minha pele

replicou seu silêncio:

- era noite de abril.

Marcou com garras

as faces dos seus cios

e seus desejos de fera:

- a carne crua, ave rara

que sonhava, com suas asas rasas

singrava por eras. A fio

a lã do carneiro, a faca

o sacrifício, o desafio

quando o mundo se desnudou

era tarde, num abril.

EXILADO ABRIL

Aberta na janela

a manhã: flores, casas e bichos

desatados, sobre os trilhos

vêm nas lágrimas

pelo vento da partida, desbotados:

longe, fremindo a paisagem

que ficou, alheia se eterniza.

0 visualização

PERGUNTAS?

DESEJA UM ORÇAMENTO? QUEREMOS AJUDAR

  • Facebook
  • Instagram

Tel: (81) 98539-9015

Endereço: Rua Desembargador João Paes, 446 - Boa Viagem, Recife

CNPJ: 19.096.597/0001-48

© 2023 por Frederico Spencer.

Tel: (81) 98539-9015